Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
CBPFIndex
CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS
21/09/2018   
Usuário:
Senha:

Crie sua conta aqui

Procurar por:

Publicações
Projetos
Eventos

Ir para a busca avançada

Tese de Doutorado
Soluções estáticas esfericamente simétricas da teoria geométrico-escalar da gravitação

Data do cadastro: 12/01/2016

Publicação/Divulgação: 08/06/2015

Resp. pelo cadastro:

Orientador: -

Coorientador: -

Segundo Coorientador: -

Aluno: Josephine Nogueira Rua

Status atual: Defendida

Instituição de defesa: CBPF - Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas

Resumo: O objetivo do presente trabalho e caracterizar as soluções estáticas esfericamente simétricas da teoria geométrico-escalar da gravitação (GSG) com foco no estudo das soluções do vácuo e soluções internas que possam ser usadas na descrição de estrelas, no que tange estruturas esféricas no vácuo. Dessa forma visamos contribuir com o processo de teste da GSG com relação a resultados conhecidos e bem sucedidos da relatividade geral (RG), bem como suas soluções limites. A GSG é uma nova teoria da gravitação, desenvolvida neste Centro, que descreve o campo gravitacional em função de um campo escalar agindo sobre o espaço-tempo representado pela geometria Riemanniana; apresenta equação dinâmica não-linear; segue o princípio de covariância, indo além do domínio da relatividade especial; e as partículas testes percorrem trajetórias geodésicas. Ao contrário das teorias escalares clássicas da gravitação, como as de Norström e Eisntein-Grossmann, a GSG é totalmente consistente e permite descrever fenômenos gravitacionais. Até o presente momento a teoria está de acordo com as observações das órbitas planetárias e com o desvio geodésico da luz, além de apresentar uma formulação para a energia gravitacional. Apresentamos neste texto resultados referentes à validade do teorema de Birkhoff , à estabilidade das órbitas de partículas não-massivas na métrica de Schwarzschild, às estrelas Newtonianas e às estrelas incompressíveis. No estudo das soluções do vácuo demonstramos a unicidade da solução de Schwarzschild e, portanto, a validade do teorema de Birkhoff na GSG. O estudo de estabilidade dessas soluções, através de métodos perturbativos lineares, mostrou que a GSG apresenta duas superfícies de aprisionamento: uma correspondente ao raio de Schwarzschild (como na RG) e a outra coincidente com a superfície de estabilidade instável da RG. A superfície de equilíbrio estável é a mesma para a GSG e RG. Ao tentar caracterizar o análogo ao limite de Schwarzschild e, por ventura, obter mais informaçõe sobre as superfícies de aprisionamento, acabamos por demonstrar que as soluções da GSG para fluidos incompressíveis sempre apresentam pressão isotrópica negativa. É apresentada, também, uma formulação para estrelas Newtonianas e um método geral de obtenção de soluções analíticas. Ainda descrevemos um modelo estelar para a GSG com uma fonte gravitacional modelada em duas camadas internas: uma métrica constante envolvida por um espaco-tempo não-vazio, preenchido por um fuido em estado inerte, cuja geometria e descrita pela métrica de Schwarzschild. Externa à fonte, encontramos o espaço vazio, também descrito pela métrica de Schwarzschild. Quando restringimos as fontes da gravitação a fluidos perfeitos usuais, como poeira, radiação, matéria dura e constante cosmológica, as condições de contorno do problema impõem que o fluido em estado inerte seja o próprio vácuo e que a estrela seja compacta, com raio igual a 1,6 vezes o raio de Schwarzschild, e sem pressão. No apêndice C, apresentamos um trabalho não integrado ao corpo principal da tese, mas também produzido durante o período de doutorado da candidata. Nele tratamos de uma nova formulação das equações de Einstein a partir das transformações conformes de Berkestein e apresentamos um novo método para obter soluções de gravitação mimética. palavras chaves: gravitação; modelos alternativos; Schwarzschild; estrelas Newtonianas

Área: Gravitação; Cosmologia; Modelos alternativos

Data da defesa: 08/06/2015

Banca: Sérgio Eduardo DE CARVALHO EYER JORáS


Download do PDF (1.002 KB)



Publicações associadas a esta: 1



Artigo em Revista
Disformal transformations, veiled General Relativity and Mimetic Gravity

Data do cadastro: 12/01/2016

Publicação/Divulgação: 01/09/2014

Resp. pelo cadastro:

Status atual: Publicado

Esta publicação está vinculada a uma tese? Sim, tese de doutorado

Vínculo com algum programa de bolsa do CBPF: Sim, CAPES

Nome da revista: Journal of Cosmology and Astroparticle Physics

Revista nacional ou internacional: Internacional

Volume no qual o artigo foi publicado: 2014

Ano da edição: 2014

Página inicial - página final:

URL para a versão online: http://iopscience.iop.org/article/10.1088/1475-7516/2014/09/002

Se este artigo faz parte dos anais de algum evento, qual o evento:

Indexado no Science Citation Index: Sim

Autores: J. Nogueira Rua



Todos
Todos
Todas
Artigos de Div. Científica
Artigos em Revistas Nac.
Artigos em Revistas Int.
Artigos em Eventos Nac.
Artigos em Eventos Int.
Livros Inteiros
Capítulos de Livro
Propriedades Intelectuais
Áudio
Patentes
Programas de computador
Modelos de utilidade
Marcas
Outras prop. intel.
Tecnologias
Know-how
Serviços tecnológicos
Tecnologias inovadoras
Teses de Doutorado
Dissertações de Mestrado
Projetos de Graduação
Ciência e Sociedade
Documentos Históricos
Monografias
Notas de Física
Notas Técnicas
Outras Produções
· Principal    |    CBPF    |    ·

Copyright 2004 - CBPF. Rio de Janeiro/Brasil
Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas
v 1.1

       
Pág. gerada em 0.02 s
Total de consultas SQL: 79